frente

verso

Desde o início da História, a elevação das mulheres foi uma luta marcada e vencida por muitas guerreiras que tomaram a decisão de se elevarem. No século XX, em 1928, Amelia Earhart foi a primeira mulher a cruzar o Oceano Atlântico em um avião – seu voo histórico inspirou muitas mulheres a se elevarem fisicamente – nem o céu foi um limite. Em 1936, Sarla Thakral foi a primeira indiana a ter licença para pilotar aviões e voar com a conquista a outros horizontes. Em 1980, Anne Fisher foi a primeira mãe a ir ao espaço – ela levou as mulheres a outros mundos.

No Brasil, Dandara, ainda na juventude, se elevou contra o sistema escravista da época e lutou pela liberdade de seu povo. Zilda Arns elevou seu cuidado e, como sanitarista e pedagoga, foi indicada várias vezes pelo governo brasileiro para o Nobel da Paz, fundou a Pastoral da Criança e morreu, se elevando e auxiliando a população no Haiti. Tarsila do Amaral, em 1928, inaugurou o movimento antropofágico brasileiro e ficou marcada na história da Arte como figura central do movimento modernista. No mesmo ano, Celina Guimarães elevou-se na política e tornou-se a primeira mulher brasileira a votar nas eleições do país. Maria da Penha teve seu nome marcado como Lei em 2006, após levar um tiro do marido enquanto dormia e decidir se elevar acima disso e defender a causa: violência psicológica e física contra mulher.

Na Bíblia, Débora foi a primeira juíza do povo hebreu e lutou na linha de frente na guerra contra Jabim, rei de Canaã – elevou-se para auxiliar seu povo e trazer a vitória. Ester, rainha do rei Xerxes, que liderava o império Persa, usou de sabedoria e estratégias e, junto com seu tio, livrou o povo judeu do completo extermínio. Maria Madalena, na época de Jesus, elevou-se e liderou as mulheres que decidiram abandonar tudo e seguir o Único que tinha a salvação. Para todas elas, a derrota nunca foi uma opção e elevar-se foi uma necessidade.
Como diria a atriz Fernanda Montenegro, “a gente está sempre lutando para chegar na nossa liberdade”. Grandes mulheres, grandes revoluções, grandes causas. Qual tem sido a sua causa e pelo que você tem se elevado?

Hoje, século XXI, 2017, na metrópole que é São Paulo, o que você tem esperado para elevar-se para Cristo? Precisamos lutar por nós mesmas e pela verdadeira libertação que há em Cristo – a maior conquista de todos os tempos. Que nem o céu seja o limite para, juntas, crescermos! Eleve-se!